24 julho 2016

Quem você ver quando se olha no espelho?


Ontem entrei em um conflito. Um conflito com uma pessoa que me conhece super bem e que sabe todos os meus atos e falas. Essa pessoa estava pronta para me desarmar. Ela sabia a data do meu nascimento, as coisas que eu estava sentindo e também o que eu estava pensando.

Essa pessoa era eu mesma. 

Entrar em um conflito com nós mesmos é algo complicado e ao mesmo tempo delicado. Porém, de certo modo, esse conflito me ajudou a enxergar quem eu realmente sou e quem eu quero ser. A bastante tempo vivo nas sombras. Vivo me escondendo e negando para mim mesma as coisas que sinto. Me escondo atrás de quatro paredes e me privo de viver as coisas que o mundo oferece. Só que, ontem eu resolvi mudar. Resolvi fazer uma auto-análise sobre mim mesma e descobri que eu não sou o que eu achei que fosse. E, sabe como eu descobri isso? Me olhando em um espelho...

Quando você se olha no espelho, o que você ver? Bom, certamente, você ver você mesma, correto? Não, não está correto. Você ver apenas o que quer ver. 
O espelho para muitos é apenas algo que reflete uma imagem, porém, para mim, é algo que nós permite ver muito além do que nossos olhos conseguem enxergar. 

Após passar horas e horas me olhando no espelho foi que eu tive uma total certeza disso que estou falando. Eu consegui ver, atrás da garota magra e frágil, uma mulher gritando e implorando para ser resgatada da barreira que ela mesma havia criado. A dor ao ver e ao sentir isso foi tão grande, tão grande, que eu senti uma enorme vontade de sair da frente do espelho e me esconder novamente. Porém, eu não o fiz. Continuei ali, parada, desesperada como uma criança que acorda após um pesadelo. Então, foi ai que eu percebi. Percebi que eu havia acabado de acordar do pesadelo que eu havia levado minha vida a tomar. Eu, finalmente acordei e enxerguei que tudo aquilo que eu estava vivendo não passava de uma farsa. Eu não era eu mesma. Eu era a imagem que alguém queria que eu fosse. Eu mesma estava ali, dentro do espelho, pressa por não conseguir me enxergar da maneira que realmente sou. E, por fim, finalmente, consegui me libertar lá de dentro.

Quem você ver quando se olha no espelho? A garota (o) que todos querem que você seja, ou apenas você mesma, da forma que você realmente é? Essa é uma boa pergunta, em? Vá até um espelho e depois volte aqui para me responder. Eu vou esperar, não se preocupe. Passe horas lá se olhando caso for necessário, e, só saia quando se achar capaz de responder essa pergunta para mim e para você. 
Moral do texto? Bom ,ele não tem uma moral. Pelo menos, eu acho que não. Isso quem vai me dizer é você.

23 julho 2016

Hello, Hello

Mano do céu, eu estava morrendo de saudades. Quantos messes se passaram? 2? 3? Nossa, parece que se passaram anos desde a minha ultima postagem aqui. Meus dedos para digitar estão até enferrujados - haha - Antes de mais nada, vou explicar o motivo da minha ausência aqui no blog. Bom, esse ano de 2016 está sendo correria para mim em todos os sentidos. Tem sido correria na escola, no curso, na vida, no coração, em tudo. Porém, o importante é que agora estou aqui.

Com a minha volta, ocorrerão algumas mudanças bem de leves por aqui e eu espero que vocês gostem. Eu já comecei mudando o banner. Não sei se vocês lembram, mais antigamente ele não era assim. Acabei por enjoar do antigo e decidi mudar. Mais enfim, estou morrendo de amores por ele e pretendo deixa-lo por bastante tempo. Bom, as próximas mudanças irão acontecer no decorrer dos dias. Nada exagerado, claro. Porém, é necessário que mudanças ocorram, certo?! Bem, vou dar um pequeno spoiler de uma dessas mudanças para vocês.

Hummm, teremos colaboradores. Isso mesmo, estou a procura de dois colunistas aqui para o blog, pois não irei conseguir dar conta dele sozinha e não quero que ele morra novamente. Então, caso alguma de vocês tenham interesse, comentem aqui que estarei entrando em contato.

Enfim, teremos muitas postagens legais aqui no blog nesta nova etapa da vida dele e eu torço para que vocês permaneçam aqui comigo. Por fim, quero que vocês saibam que eu estava com muitas saudades, saudades que doía o meu coração de uma forma extraordinária.

Um super beijo e, até breve.